Sicília: 6 cidades que você não pode deixar de ir

Se você está pensando em conhecer a Sicília, uma das regiões mais interessantes da Itália, saiba o momento certo: durante o verão europeu. Isso porque os italianos adoram o calor e o mar tanto quanto a gente. Mas além de belíssimas praias, essa enorme ilha (a maior do Mediterrâneo!) é cheia de paisagens lindas e únicas. Além disso, a mistura de vários povos que passaram por lá (gregos, franceses e árabes, por exemplo) deixou o lugar ainda mais fascinante, com atrações que fazem os olhos brilharem: templos gregos clássicos, catedrais que mais parecem mesquitas, obras bizantinas… Sem contar que você vai comer muito bem (afinal, estamos falando da Itália).

É altamente recomendado alugar um carro para conhecer tudo. Os trens funcionam bem na região, mas os motoristas de taxi, de tuk tuk e até de cavalo podem jogar o preço lá no alto na hora de levar turistas entre uma atração e outra. Veja as seis cidades que você não pode deixar de visitar.

PALERMO
É por lá que chega a maior parte dos vôos. A capital da Sicilía é cheia de pontos históricos e interessantes. Não deixe de ir à Monreale, uma cidade vizinha, mas tão perto que é como se fosse um bairro afastado. E é lá que fica uma das construções mais interessantes da Itália: a majestosa Catedral Normanda de Monreale, cuja arquitetura tem influências francesas, bizantinas e árabes — o melhor exemplo da pluralidade cultural da região. De volta à Palermo, outra igreja mais modesta, mas igualmente encantadora é a do Santuário Santa Rosalia. A construção em homenagem à padroeira da Sicília fica em uma gruta, no alto de um monte (a vista é imperdível!). Para comer, uma boa pedida é Antica Focacceria S. Francesco, na região histórica da cidade. É um ícone da Sicília, onde você vai encontrar os deliciosos doces de ricota, como o canole, e outras delícias típicas (e baratas!). Bares e restaurantes deliciosos não faltam em Palermo. Se a ideia é partir para a praia, a de Mondello não é a mais bonita da região, mas vale a visita ou uma caminhada no fim da tarde. Para uma praia paradisíaca, vá até S. Vito Lo Capo, mesmo que só por um dia.

CEFALÙ
A pequena cidade (ou comune, como chamam na Itália) a cerca de 50 km de Palermo é uma deliciosa e antiga vila de pescadores litorânea com visual que integra praia, pequenas casas em estilo grego, barcos de pesca e rochedos esculpidos pelo vento. Combinação maravilhosa! Suas pequenas ruelas são repletas de lojas (principalmente de artesanato), vale a pena garimpar. O centro da vila é a Piazza del Duomo, onde tem vários bares e restaurantes aconchegantes. Se o seu tempo é curto, fique apenas um ou dois dias. Muita gente vai de Palermo (de trem ou carro) e volta no mesmo dia.

AGRIGENTO
O Vale dos Templos de Agrigento é uma das experiências mais incríveis. Destaque para o Templo da Concórdia. Mas prepare-se: você vai caminhar bastante e, no verão, pegar muito sol! Por isso, não se esqueça do chapéu, tênis e protetor solar. Se ao fim do dia tiver pique, aproveite os ótimos restaurantes da cidade. Uma boa pedia é uma degustação de vinhos (os sicilianos são maravilhosos) acompanhada de uma refeição leve ou tábua de queijos no A Pútia Bottega Siciliana.

TAORMINA
Do outro lado da ilha, já próximo de Catânia, fica essa linda cidade. É o destino da vez, o mais badalado da Sicília. Não tem como não ir ao Teatro Greco (a principal atração da cidade), outro magnífico legado dos gregos! O Giardini della Villa também é imperdível, um lindo jardim (bem diferente do que estamos acostumados) com uma vista maravilhosa da cidade toda. À noite, aproveite o Daiquiri Lounge na charmosa Corso Umberto para beber um drinque em um local público! Uma experiência muito diferente e animada. O passeio pela pequena ilha Isola Bella é paradisíaco.

CATÂNIA
A segunda maior cidade da ilha fica ao pé do vulcão Etna, o que por si só já torna o horizonte da cidade magnífico. Se tiver coragem (e tempo), faça uma excursão para subir o Etna — pequena aventura que vale a pena. Na cidade, vá ao Monastero dei Benedettini, à Piazza Duomo e ao curiosíssimo Mercado de Peixes, onde feirantes e moradores gritam, pechincham e consomem frutos do mar, frutas e legumes frescos. Se tiver tempo, fuja um pouco dos locais turísticos e siga para alguma cidade do interior. Caltagirone é uma ótima opção, você vai se encantar com os artesanatos coloridos de cerâmica, sem contar o contagiante ar alegre da cidade.

ILHAS EÓLIAS
Esse pequeno arquipélago vulcânico ao Norte da Sicília é considerado Patrimônio da Humanidade, declarado pela UNESCO. Só por esse título já dá para perceber que é um passeio mais do que imperdível! Você pode visitar as ilhas a partir de Messina ou de outro porto da Sicília como Milazzo). Existem ferry boats rápidos que fazem o trajeto, te deixam em Lipari e, em seguida, Volcano. É impressionante curtir a praia com o mar de tom azul vivo, a arquitetura grega e vulcões ao fundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s