Os melhores restaurantes do mundo por Re Vanzetto

O currículo da chef Renata Vanzetto impressiona: aos 9 anos, aprendeu a cozinhar sozinha. Aos 13, já era responsável pelas entradinhas do extinto Kinkhao, em Ilhabela. E há exatos oito anos toca o badalado Marakuthai, com unidades no litoral e na capital — mais especificamente nos Jardins, a poucas quadras do {ainda mais delicioso} EMA, que vem a ser um dos nossos restaurantes preferidos da vida. No primeiro, a especialidade é comida contemporânea com perfume asiático. Já o segundo é bem mais autoral e traz releituras de pratos da infância da chef.

Sim, ela pilota o fogão como poucos. Mas também é boa de garfo — viaja com frequência e, a cada novo destino, faz listas e mais listas de restôs para conhecer. O crème de la crème está no TOP 5 a seguir.

LISBOA: BELCANTO
“Sensacional. É o restaurante do premiadíssimo chef José Avillez. Conta com um menu degustação moderninho, impecável (e caro). Mas vale cada centavo. Dois highlights: a azeitona que explode na boca e o bombom de foie gras e avelã. Yum!”

COPENHAGUE: NOMA
“É considerado o melhor do mundo. Sou tão fascinada por esse restaurante que até estagiei lá por um mês, em 2011. A cozinha do René Redzepi é única. Autoral, criativa, fresca, com história… Uma viagem! Os pratos são bem exóticos. Destaque para o lagostim servido na pedra quente com emulsão de ostras frescas, a coisa mais louca que já comi na vida. Dica de amiga: nem pense em sair de casa sem fazer reserva — o lugar é disputadíssimo!”

SÃO PAULO: DOM
“Não poderia deixar de citar o restaurante responsável pelo crescimento da gastronomia brasileira. Sou fã do Alex Atala e, consequentemente, do DOM. A filosofia e comida dele me inspiram muito. Ceviche de flores, ostra empanada e costelinha com mandioca a bras são alguns dos pratos surreais preparados por lá”

PARIS: LE CHATEAUBRIAND
“Do chef Iñaki Aizpitarte, está há cinco anos na lista dos melhores restaurante do mundo. A comida é incrível e o preço, muito justo. O ambiente também agrada: zero formal ou chato, chega a ser animado. O menu surpreende desde o início: shot de ceviche, uma entradinha temperada e refrescante”

NOVA YORK: LE BERNARDIN
“Superformal, chic e caríssimo, mas sem dúvidas uma das melhores refeições que comi na vida! Tem o menu com a melhor variedade de peixes. Ponto para o atum com foie gras”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s