Ushuaia: o que fazer em três dias no fim do mundo

Preparamos um roteiro sem erro para você aproveitar ao máximo a surpreendente Terra do Fogo. Atenção: em USHUAIA, não é a primeira impressão a que fica. 

DIA 1

Reserve a primeira hora na cidade para andar pela Avenida Maipú, às margens do Canal Beagle, e fazer uma pesquisa rápida do melhor preço para o passeio de barco pela Ilha dos Lobos, que pode ser realizado no dia seguinte. Negocie diretamente com a empresa prestadora do serviço. Andar pela avenida paralela, a San Martín, também vale a pena – especialmente se você não tiver trazido roupas apropriadas para o frio congelante da cidade, em qualquer estação do ano. O comércio do centro não é superbarato, mas é muito bem abastecido de roupas para trekking, snowboard e outros esportes. Faça uma refeição reforçada e, em seguida, dirija-se ao Valle dos Lobos, a cerca de 30 minutos do centro, para dar início ao trekking da Laguna Esmeralda. Roupas quentes e botas impermeáveis são altamente recomendáveis, já que você vai se deparar com muita lama, água, plantas, troncos e frio. É uma verdadeira imersão na natureza patagônica. O caminho não é fácil, mas não demanda preparo físico muito elevado. São duas horas para ir, com algumas subidas e vários obstáculos, e metade disso para voltar. A entrada custa 10 pesos argentinos (pouco mais de 3 reais) e o passeio vale pelo combo exercício físico aliado a contato intenso com a natureza e recompensa dos céus: a Laguna Esmeralda tem água verde clara e está em volta de montanhas salpicadas com neve – inclusive no alto verão. Leve água e um lanche leve para um mini piquenique com visual de tirar o fôlego e não tenha pressa para voltar ao hotel e tomar aquele banho. O próximo programa é bem prazeroso: saborear um belo prato de Merluza Negra, peixe típico da região, servido com molho de ervas e legumes bem temperados em um dos excelentes restaurantes da região, como o Küar.

DIA 2

Comece o dia com o passeio de barco pelo Canal Beagle, que faz fronteira com o Chile. É uma atividade rápida (pouco mais de duas horas) e confortável, se você optar por barcos maiores e fechados. O itinerário inclui a Ilha dos Lobos, habitat natural de leões marinhos, e a Ilha dos Pássaros, onde se encontra uma extensa colônia de cormorones e outros tipos de aves. O isolado Farol Les Eclaireurs também pode ser avistado durante o tour, que tem início às nove da manhã e custa aproximadamente 300 pesos argentinos. De tarde, programe-se para ir ao Parque Nacional Terra do Fogo. No verão, andar de bike é a forma mais fácil e rápida de conhecer a área natural de 630 km² do lugar. Dá para chegar de ônibus fretado e alugar a bicicleta na entrada. No inverno, é melhor optar pelas caminhadas, já que o gelo invade toda a área. Com mapa e bússola nas mãos (celular também ajuda, mas não funciona direito), você não vai deixar nenhum ponto de fora. Imperdível: área demarcada como fronteira entre Argentina e Chile. Finalize o dia em grande estilo, com um tratamento corporal com chocolate, uva ou champanhe no spa do cinco estrelas Los Cauquenes, que ainda conta com piscinas aquecidas e vista fenomenal, emocionante, cinematográfica para a Cordilheira dos Andes.

DIA 3

Aproveite bem o último dia de desayuno (=café da manhã) argentino, que inclui gordices como medialunas (croissant doce), bolinhos caseiros e muito doce de leite na maioria dos hotéis e coffee shops de Ushuaia. Se estiver na cidade entre junho e outubro, separe o dia inteiro para esquiar no Cerro Castor. A grande quantidade de neve garante 28 pistas de altíssima qualidade, além de um snowpark para a prática de manobras mais radicais de esqui e snowboard fora das pistas principais. O lugar conta com excelente infra-estrutura e altitude razoável – o ponto mais alto da montanha está a 1057 metros acima do nível do mar, o que também garante ar menos rarefeito (ou seja, você consegue respirar tranquilamente). Depois de um dia inteiro se esbaldando na neve, volte à base da estação e desfrute do wi-fi liberado para compartilhar sua experiência na rede. Se a sua visita acontecer em outras épocas do ano, reserve o último dia de viagem para subir o Glaciar Martial. Em aproximadamente duas horas morro acima, você se depara com a neve permanente dos picos das montanhas, que não derrete nem no verão. A entrada é gratuita e o passeio garante contato direto com a natureza e queima de todas calorias ingeridas até aqui. Opte pelo caminho mais isolado, às margens do riacho, muito mais charmoso. Na volta, descanse na casa de chá La Cabaña e peça o delicioso chocolate quente com leite.

COMO CHEGAR
Vôos com parada em Buenos Aires pela LAN e Aerolineas Argentinas.

EM QUE ÉPOCA IR
De junho a início de outubro para esquiar, e qualquer época do ano para turismo de aventura.

ONDE FICAR
Los Cauquenes Resort & Spa
Arakur
Posada Del Fin del Mundo

ONDE COMER
La Cantina Fueguina de Freddy
La Cabaña – Casa De Té
Küar Resto Bar
Kaupé – Restô & Wine Bar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s